Tratamento para dislexia? Conte com o Afinando o Cérebro

Dislexia não tem remédio, mas tem tratamento. Essa afirmação é essencial para que crianças e adultos disléxicos tenham acesso a um acompanhamento adequado que lhe proporcionem o desenvolvimento de estratégias para lidar com as dificuldades do dia a dia. 


No caso das crianças, a dislexia pode gerar atraso no desenvolvimento da fala, dificuldades na linguagem oral, além de problemas no aprendizado da leitura e escrita. As pesquisas mostram que nos casos em que há intervenção precoce, incluindo o treinamento da consciência fonológica, nos primeiros anos do Ensino Fundamental, os problemas de leitura serão menores. Assim, quanto mais cedo for iniciada a intervenção, maiores serão as chances de a criança aprender estratégias que favoreçam o percurso escolar. 


Por isso, é importante estar atento aos sinais que caracterizam a dislexia para buscar ajuda o quanto antes:


Atraso no desenvolvimento da fala

Erros de pronúncia, incluindo trocas, omissões, substituições, adições e misturas de fonemas

Dificuldades para nomear letras, números e cores

Dificuldades para se expressar de forma clara e lembrar do nome das pessoas ou objetos

Dificuldade para decodificar palavras

Erro no reconhecimento de palavras

Leitura oral devagar e incorreta

Dificuldades na compreensão de textos 

Erros ortográficos

Omissões, substituições ou inversões de letras ou sílabas 

Dificuldades na produção textual


Dislexia e processamento auditivo central


A dislexia pode ou não estar associada a alterações no processamento auditivo central. No entanto, o transtorno do processamento auditivo central não estará necessariamente associado à dislexia, o que não significa que não seja possível minimizar os efeitos dessa condição com uma intervenção adequada, e o Afinando o Cérebro pode contribuir neste processo.


Algumas pesquisas científicas identificaram que crianças com distúrbios de leitura apresentaram desempenho reduzido na avaliação comportamental do processamento auditivo central. Em geral, o prejuízo foi maior em relação às habilidades de resolução temporal e figura-fundo. Outras pesquisas sugerem que pessoas disléxicas apresentam uma alteração do processamento temporal, que pode estar relacionada a uma alteração no processamento fonológico. Essas pesquisas afirmam que a dificuldade no processamento temporal se correlaciona com a capacidade de leitura e escrita. 


Qual o papel das habilidades de resolução temporal e figura fundo? 


Quando há alteração na habilidade de resolução temporal, podem surgir dificuldades para identificar essas pequenas variações acústicas na fala e, consequentemente comprometer a produção de sons e a interpretação da mensagem ouvida. Pode ser o caso daquela criança que troca o som do T pelo D como em “tia” e “dia”, que não compreende palavras de duplo sentido ou ainda tenha muita dificuldade para perceber a entonação das frases, confundindo uma pergunta com uma afirmação, por exemplo. Considerada como pré-requisito para o desenvolvimento das habilidades linguísticas e de leitura, a habilidade de resolução temporal pode ser aprimorada com um treinamento auditivo específico e assim ter os impactos de uma possível alteração minimizados e até mesmo sanados. 


Já a habilidade figura fundo é essencial para compreensão da comunicação em ambientes ruidosos, pois nos permite escolher em que som iremos prestar atenção, quando há competição sonora no mesmo ambiente, como em um restaurante, em uma festa, na sala de aula ou em um congresso, por exemplo. Um estudo coordenado pelo grupo da Dra. Nina Krauss, da Northwestern University (EUA), mostrou que crianças com dificuldade para ouvir em ambientes barulhentos podem ter dificuldade para dar sentido ao que ouvem diariamente, o que pode colocá-las em risco para o desenvolvimento da alfabetização. Quando submetidas a testes, comprovou-se que as crianças com dificuldades no aprendizado de leitura não conseguiram realizar tarefas auditivas de forma satisfatória, com maior prejuízo à habilidade de figura-fundo. 


A boa notícia é que as evidências mostram que o treinamento auditivo é capaz de melhorar as habilidades auditivas, favorecendo o aprendizado da leitura e o processo de alfabetização. Portanto, é importante estar atento aos sinais dados pelas crianças, pois uma intervenção precoce pode minimizar os danos ao processo de aprendizagem. 


Como o Afinando o Cérebro pode ajudar no tratamento da dislexia?

No Afinando o  Cérebro, você encontrará diversas atividades, entre jogos e áudios, direcionadas à melhora das habilidades de resolução temporal e figura fundo. Com jogos divertidos e de um jeito lúdico, além de estimular essas habilidades será possível trabalhar a dificuldade de leitura e otimizar o tratamento da dislexia. 


Aposte em atividades como: 


Segmentação

Túnel

Sr. Estressado

Gotas

Buzinas Kids

Buzinas Hard

Perguntas e Respostas

Supermercado

Avião

Restaurante


Viu quantas opções? Além desses jogos, no Afinando o Cérebro você terá mais de 130 atividades à sua disposição, para estimular diversas habilidades auditivas, de comunicação além das habilidades de leitura, escrita, memória, foco e atenção. 


Se você ainda não conhece o Afinando o Cérebro, faça um cadastro agora mesmo e comece a usar gratuitamente. Para saber mais, clique aqui. 


Copyright © 2021. Todos os direitos reservados