Descubra a importância de contar histórias para as crianças

Você sabia que ao contar histórias para uma criança está contribuindo para o seu desenvolvimento como ouvinte e também como futura leitora?

Olhos e ouvidos atentos, risadas e muita imaginação. O que parece uma brincadeira na verdade é essencial para o desenvolvimento das crianças. A leitura de histórias foi reconhecida por pesquisas científicas como um passo importante para o desenvolvimento da leitura, pois atua no desenvolvimento linguístico, afetivo e cognitivo das crianças além de contribuir para o relacionamento interpessoal.

O hábito de contar histórias auxilia no desenvolvimento da linguagem das crianças e na formação de vínculos afetivos. A leitura pode ser a porta de entrada para brincadeiras auditivas, principalmente quando há variação da entonação, imitação de sons dos animais, da chuva ou da água, transformando a simples leitura de uma história, em uma verdadeira experiência para os pequenos. 

Uma pesquisa da Universidade de Barcelona mostrou que escutar e se relacionar com as palavras ditas por outra pessoa permite às crianças ampliar o conhecimento em relação a linguagem oral e escrita, construindo significados a sua própria maneira. 

Ou seja, quando uma criança ouve histórias e aponta, pergunta, nomeia ou comenta o que é lido, é como se ela também estivesse lendo. Assim, a leitura em voz alta feita pelos pais, professores ou cuidadores prepara a aprendizagem infantil para o desenvolvimento da linguagem, como um primeiro passo da formação de leitores com autonomia e melhor desenvolvimento escolar. 

Varie a escolha do repertório

Quanto mais diversificada forem as experiências de escuta para as crianças mais rico será o vocabulário delas. E vale começar desde cedo, lendo inclusive para os bebês. Essa, aliás, é uma boa oportunidade para trazer uma linguagem diferente da que é apresentada pelos adultos no dia a dia, enquanto se promove segurança, desenvolvimento e compreensão. É por meio da voz dos pais ou cuidadores que são estabelecidos os primeiros vínculos de afeto do bebê, tranquilizando, conectando a mostrando o mundo a ele, além de criar um espaço seguro de comunicação entre o adulto e a criança. 

E para as crianças maiores, ofereça asas à imaginação transformando a hora da escuta em um momento de compartilhamento de emoções da história, que favorecerá não só o desenvolvimento emocional como suas relações sociais com o outro. E lembre-se, as crianças tendem a imitar os adultos. Além de aprenderem ouvindo elas precisam participar das situações comunicativas. Então, que tal tornar a leitura de histórias em voz alta em uma divertida peça de teatro?

E na sua casa, as crianças gostam de ouvir histórias? Conte para gente nos Comentários. 

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados