Buscar
  • Afinando o Cérebro

Descubra como se comunicar bem usando máscara

Estamos encerrando o ano de 2021 e após quase dois anos do início da pandemia causada pelo novo coronavírus o uso de máscaras ainda se faz necessário, pois minimizam a propagação do vírus ao criar uma barreira física, ajudando a reduzir o número de pessoas infectadas.


Mas a comunicação com as máscaras nem sempre é fácil. Ao falar com máscara, perdemos parte da nossa expressividade e algo muito importante, que serve como pista não-verbal para quem nos ouve: a movimentação dos órgãos fonoarticulatórios ou seja da boca, lábios e bochechas.


Dados de pesquisas mostram que 60% da população precisa de algum apoio da leitura labial, para que possa compreender 100% da comunicação. Além de dificultar as pistas não-verbais da comunicação, o uso das máscaras faz com que os outros nos ouçam com 5 decibéis a menos de intensidade.


Logo, há um impacto na comunicação de maneira geral. Quando estamos com uma máscara, além de diminuir a expressividade, o outro irá nos ouvir com o som abafado e filtrado nas frequências entre dois e sete mil Hertz, que são importantes para discriminar consoantes e sons parecidos com /p/ e /b/ ou seja, a máscara diminui a clareza da fala.


Embora necessária para nossa proteção, a máscara nos impõe uma série de outros desafios. Há, por exemplo, um esforço auditivo, obrigando o cérebro a ativar três áreas adicionais além daquela que ele ativaria para ouvir a fala normalmente, o que explica porque pode ser tão cansativo ouvir alguém falando com máscara. Pode haver ainda um esforço vocal, porque há uma tendência natural em elevar o tom de voz, para ser melhor compreendido.


Seja no trabalho, na escola ou em situações sociais a máscara ainda é uma realidade e algumas estratégias simples podem facilitar o processo de comunicação. Vamos conferir algumas?


1. Use movimentos harmônicos no corpo e articule a fala, ou seja mexa mais a boca na hora de falar e isso irá ajuda-lo a falar mais devagar e dar tempo ao outro para escutá-lo.

2. Invista em movimento com as mãos, olhos e sobrancelhas, tomando cuidado para não exagerar.

3. Mantenha às mãos à vista, porém dentro desse eixo que fica em frente ao seu tronco. Só leve a mão para movimentos mais amplos se você quiser chamar a atenção para aquela informação.

4. Ao falar, module a sua voz. Algumas palavras sairão mais fortes, outras sairão mais fracas.

5. Trabalhe também com a velocidade da fala, se você quer enfatizar uma palavra, fale-a mais lentamente e se quer passar a sensação de movimento fale mais rápido.

6. Use pausas, elas ajudam o outro a compreender melhor.

7. Antes de iniciar uma fala, planeje o que você quer dizer e utilize frases curtas. Sua mensagem será mais clara!

8. Preocupe-se em oferecer o máximo de pistas para o seu interlocutor. Afinal a comunicação também é responsabilidade de quem comunica.

Enquanto for necessário, vamos manter o uso das máscaras, principalmente nas festas de final de ano, para que possamos continuar cuidando uns dos outros!


151 visualizações0 comentário