top of page
Buscar
  • Foto do escritorAfinando o Cérebro

Escutar melhora tudo


Você já parou para pensar no poder da escuta? Não estamos nos referindo a audição, que permite distinguir a presença ou ausência de um som. A escuta está presente em todos os aspectos de nossas vidas e engloba muitos fatores, que vão além da discriminação ou localização do som de uma buzina ao atravessar a rua, por exemplo. Em um mundo tão conectado como o que vivemos, a escuta desempenha papel essencial no desenvolvimento profissional e pessoal.


Mas que escuta é essa?


Estamos falando da escuta ativa, termo criado pelos psicólogos americanos Carl Rogers e Richard Farson na década de 1950, pensado inicialmente para ser utilizado como abordagem terapêutica. No entanto, a escuta ativa ganhou espaço entre profissionais de outras áreas como assistência social, educação, medicina e administração.


Um dos principais benefícios da escuta ativa é promover diálogos eficientes. Pense em uma situação hipotética: você apresenta um projeto para a sua equipe, todos participam, opinam e juntos criam um projeto ainda melhor. Esse cenário positivo é possível quando os diálogos são realmente eficientes, pois no momento em que as pessoas percebem que são escutadas passam a escutar os outros também, os erros diminuem e a produtividade aumenta.


Parece mágica, não é mesmo?


A escuta ativa é capaz de promover ambientes mais colaborativos, expandir a empatia entre as pessoas, permitir o acolhimento de ideias e respeito. E isso, nada tem a ver com concordar com tudo que lhe é dito, pelo contrário, permite que as ideias sejam ouvidas com atenção e cuidado, para então definir os caminhos a serem seguidos. Para isso, é essencial eliminar a pressa da sua escuta. Evite a tentação de completar a fala do seu interlocutor ou tentar adivinhar o que ele tem a dizer, concentre-se em ouvir com atenção, sem desviar o foco pensando em algo paralelo ou preparar a resposta enquanto o outro fala.


Para boas conversas, desligue o modo automático


Ao entrar em uma conversa, faça um exercício: respire e concentre-se na pessoa que está falando com você, independentemente de ser um colega de trabalho ou seu chefe. Observe os sinais não-verbais emitidos durante a conversa e demonstre atenção ao que está sendo dito. Ao final, retome pontos da fala do seu interlocutor certificando-se que compreendeu o conteúdo abordado prestando atenção a detalhes como postura, tom de voz, expressões e gestos. Ao final, perceba como a troca de ideias acontecerá de forma muito mais assertiva.


Comprometa-se com a mudança


Testar novos padrões de comunicação pode parecer difícil no início, assim como silenciar aquela voz interior que está focada em resolver as demais pendências do dia enquanto ouve. Treinar a escuta ativa exige comprometimento e foco, principalmente se você ocupa um cargo de liderança. Deixe as distrações de lado, silencie o aplicativo de mensagens do seu celular, feche a caixa de entrada do e-mail e exercite sua atenção.


Aprender a ouvir e praticar a escuta ativa no dia a dia, certamente vai ajudá-lo a compreender de maneira mais eficiente as necessidades das pessoas que estão ao seu redor, seja sua equipe ou um cliente, além disso vai permitir que você se comunique melhor.


Escutar melhora tudo, inclusive sua carreira!


Para saber mais sobre escuta ativa veja os conteúdos a seguir:


151 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page