Buscar
  • Afinando o Cérebro

Seu filho reclama para ir à escola?

Quando as crianças demonstram resistência para ir à escola, as situações começam a ficar repetitivas. Em um dia seu filho se queixa de dor de barriga, no outro pode ser uma dor cabeça, mas se fica em casa os sintomas desaparecem e retornam no dia seguinte, quando é hora de ir novamente para a escola.

Se isso já aconteceu na sua casa, tranquilize-se, pois é um comportamento muito comum entre crianças e adolescentes. É importante saber que existem diversos motivos que podem estar levando seu filho a este comportamento e reconhecê-los lhe trará segurança para lidar com a situação.


As reações podem ser diferentes, além de relatar dores, algumas crianças simplesmente dizem que não querem ir à escola e outras podem até fazer birra, com momentos de choro que acabam preocupando os pais. Se as queixas forem frequentes, vale a pena consultar um médico para avaliar os sintomas físicos e mesmo que não sejam reais, podem desenvolver questões relacionadas à ansiedade.


Mas o que devo fazer se meu filho se negar a ir para a escola muitas vezes?

Separamos algumas dicas para ajudar famílias que estejam enfrentando esse problema.

Ouça seu filho e tente entender porque não quer ir para a escola


Conte para seu filho que você precisa entender porque ele não quer ir à escola, para que juntos possam resolver o problema. No entanto, leve em consideração que se ele ainda for pequeno, pode ser difícil expressar o que está sentindo.

É normal que crianças menores demonstrem resistência para deixar os pais e seguir para o interior da escola, mas em geral elas vão se acostumando e com o tempo e amadurecendo a ideia de que ficarão na escola sem os pais e depois voltarão para casa.

Nesse momento de conversa, tente entender se seu filho pode estar vivendo alguma experiência negativa no ambiente escolar, como bullyng por exemplo. O tema é delicado e é importante que os pais transmitam segurança e disponibilidade em ouvir os filhos, explicando que farão o possível para ajudar.

Situações novas como a chegada de um irmão, a perda de um parente ou até mesmo a separação dos pais podem interferir na rotina escolar, como necessidade de chamar atenção. Se for este o caso, mostre que está ao lado do seu filho e que a escola é um espaço importante na vida dele.

Converse com a escola


Se as negativas forem cada vez mais frequentes considere marcar uma reunião com a escola, para entender o que pode estar acontecendo com seu filho, além de poder contar com a parceria de professores e coordenadores para solucionar esta questão.

Evite tornar a falta na escola em algo divertido


Caso seu filho se recuse a ir para a escola alegando algum tipo de dor, explique a ele que será necessário ir ao médico e que deverá manter repouso, ficando distante das telas ou outras distrações, a fim de se recuperar para o dia seguinte.

Crianças e adolescentes são diferentes uns dos outros, estar próximo ao seu filho, ouvi-lo com atenção e observar seu comportamento são atitudes que certamente irão permitir aos pais compreender o que acontece e ajudá-lo a superar esse momento. Se ainda assim for difícil vencer essa dificuldade, não hesite em consultar um profissional.


43 visualizações0 comentário