top of page
Buscar
  • Foto do escritorAfinando o Cérebro

Participar atentamente de reuniões no trabalho é um desafio para você?

Para alguns, pode ser difícil prestar atenção em quem fala, para outras pessoas o desafio está na dificuldade em ignorar ruídos externos e manter foco no tema que está sendo discutido. Participar de reuniões no dia a dia de trabalho requer o pleno funcionamento das habilidades auditivas que compõem o Processamento Auditivo Central (PAC). Durante uma reunião, nosso cérebro é desafiado a filtrar, reconhecer e interpretar informações sonoras vindas de diferentes fontes. Se a reunião acontece de modo online ou em um local exposto a ruídos externos, como obras no andar de cima, por exemplo, pode haver ainda mais dificuldade para uma comunicação eficaz.


Além das habilidades auditivas, a escuta ativa também desempenha papel fundamental para uma comunicação clara e construtiva em reuniões. Ao adotarmos uma postura de escuta ativa, estamos comprometidos em ouvir não apenas as palavras faladas, mas também compreender o significado das mensagens transmitidas. Isso implica prestar atenção genuína ao interlocutor, demonstrar interesse pelo que está sendo dito e evitar distrações que possam comprometer o entendimento. É por meio da escuta ativa que somos capazes de captar informações importantes, identificar necessidades, compreender pontos de vista divergentes e estabelecer empatia com os colegas. Ao praticar a escuta ativa colocamos nossas habilidades auditivas em ação e promovemos um ambiente de confiança, encorajando a participação de todos os envolvidos e facilitando a resolução de problemas de forma colaborativa.


Mas que habilidades são essas, tão importantes para uma reunião?


Primeiro, é importante destacar que as habilidades auditivas desempenham um papel essencial em nossa comunicação, pois são responsáveis por uma série de processos que vão desde a detecção até a interpretação das informações sonoras. Governadas pelos centros auditivos do tronco cerebral e do cérebro, essas habilidades nos permitem uma comunicação eficiente, possibilitando prestar atenção, discriminar, organizar, associar, integrar e armazenar o que ouvimos, para que possamos compreender corretamente o significado das mensagens.


Graças às habilidades auditivas, somos capazes de:


- Concentrar-nos em um estímulo sonoro específico, ignorando o ruído de fundo, como em ambientes de trabalho coletivo ou salas de aula;

- Identificar a direção de um som, como quando ouvimos uma buzina enquanto atravessamos a rua;

- Perceber a diferença entre sons semelhantes em palavras, como distinguir entre "tia" e "dia";

- Compreender uma mensagem mesmo a partir de informações incompletas, sendo capazes de completar subjetivamente o significado quando ouvimos apenas parte da palavra;

- Entender frases com duplo sentido;

- Acompanhar sequências, organizar e recordar o que foi ouvido;

- Aprender um novo idioma;

- Perceber a intenção comunicativa por meio do tom de voz, como quando perguntamos a alguém ao telefone se está tudo bem, e pela entonação de sua voz, sabemos se realmente está ou não.


Quando pensamos em uma reunião, essas situações são bastante comuns, não é mesmo?


Dependemos diretamente da habilidade de localização sonora, que nos permite identificar a origem dos sons. Em reuniões presenciais, essa habilidade é naturalmente estimulada, pois podemos direcionar nossa atenção visualmente para quem está falando. No entanto, em reuniões online, a localização sonora pode ser prejudicada, já que as vozes são transmitidas por alto-falantes ou fones de ouvido, diminuindo as pistas auditivas para determinar a origem do som. Além disso, ruídos como do ar-condicionado ou de uma cafeteira podem interferir na capacidade de localizar a fonte sonora e acionam a habilidade de figura fundo, necessária para que possamos compreender a comunicação quando o ambiente está ruidoso e selecionar a informação que julgamos mais importante.


Outra habilidade importante é a discriminação auditiva; é por meio dela que conseguimos distinguir entre diferentes sons, especialmente as vozes individuais em uma reunião com várias pessoas, por exemplo. Nas reuniões online, a qualidade do áudio e a compressão de dados podem reduzir a clareza das vozes, dificultando a distinção entre os participantes. Isso pode levar a mal-entendidos e dificuldades em acompanhar a discussão. Além disso, os ruídos externos, como obras ou outros sons ambientais, podem sobrepor-se às vozes dos participantes, tornando ainda mais difícil a tarefa de discriminar e compreender o conteúdo das falas.


Durante uma reunião, também é importante ter boa memória auditiva, para reter informações. Se houver limitação de áudio ou competição sonora, podemos perder partes importantes da informação compartilhada, dificultando a compreensão dos pontos discutidos. Neste momento, entra em jogo uma habilidade conhecida como fechamento auditivo, responsável por nos ajudar a entender o que foi dito quando a qualidade do som não é muito boa, quando o som é distorcido ou completar informações que estão faltando dentro de um contexto.


Além disso, enquanto uma pessoa fala, é esperado que sejam usadas diferentes entonações, perguntas, afirmações ou pronúncia de palavras semelhantes, mas com sons diferentes como "tia" e "dia," que já citamos acima. Para acompanhar essas rápidas mudanças, dependemos da habilidade de resolução temporal, que permite perceber variações de som em uma pequena amostra de tempo. Se a reunião for online, a qualidade do áudio pode afetar a nitidez dessas mudanças, levando a uma interpretação menos precisa das intenções e emoções transmitidas. Quanto aos ruídos externos, essas mudanças rápidas na fala podem ser encobertas, dificultando a captura de nuances comunicativas importantes, prejudicando a compreensão do contexto e a resposta adequada aos colegas.


Viu como as habilidades auditivas são essenciais para reuniões mais assertivas e objetivas? Se você sente dificuldade para manter foco e atenção nas reuniões do dia a dia, não hesite em checar como andam as suas habilidades auditivas. E fique tranquilo, pois as habilidades auditivas podem ser aprimoradas com treinamento e há diversas maneiras de estimulá-las.


Aqui no Afinando o Cérebro, você treina suas habilidades auditivas por meio de atividades específicas, desenvolvidas por especialistas, com comprovação científica e capazes de estimular todas as habilidades auditivas, além de outras importantes para a comunicação do dia a dia, como memória, foco e atenção. Garanta uma participação mais eficiente em suas reuniões. Clique aqui e descubra agora mesmo como melhorar o seu desempenho.


94 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page