top of page
Buscar
  • Foto do escritorAfinando o Cérebro

Tenho Transtorno do Processamento Auditivo Central, e agora?

Receber o diagnóstico de Transtorno do Processamento Auditivo Central (TPAC) pode gerar dúvidas e preocupações. No entanto, é importante lembrar que existem muitos recursos e suporte disponíveis para ajudar a lidar com os desafios associados ao TPAC, em qualquer idade. O TPAC é uma condição neurológica em que ocorrem dificuldades no processamento e interpretação das informações sonoras pelo cérebro, mesmo diante de uma audição sem alterações, afetando a forma como o cérebro processa e organiza os sons, tornando mais desafiador para a pessoa compreender e se comunicar efetivamente.


O diagnóstico é realizado por meio de uma avaliação abrangente, conduzida por profissionais especializados, como fonoaudiólogos e médicos otorrinolaringologistas. Essa avaliação pode incluir testes auditivos específicos, questionários e observação clínica.


Após o diagnóstico, o primeiro passo é buscar a orientação de um fonoaudiólogo especializado nesse campo. Esse profissional possui conhecimentos específicos sobre o TPAC e poderá realizar uma avaliação detalhada das suas habilidades auditivas. Com base nessa avaliação, o fonoaudiólogo desenvolverá um plano terapêutico personalizado, levando em consideração suas necessidades individuais.


O tratamento para o TPAC geralmente envolve uma combinação de estratégias de treinamento auditivo e estimulação das habilidades afetadas. O objetivo é melhorar o processamento das informações auditivas e minimizar as dificuldades enfrentadas no dia a dia. O fonoaudiólogo irá orientá-lo e trabalhar em conjunto para que você possa desenvolver estratégias que facilitem a compreensão e a interpretação das informações sonoras.


Além do suporte profissional, compartilhar suas experiências com familiares, amigos e até mesmo com outras pessoas que enfrentam o TPAC pode ser uma forma valiosa de obter apoio e compartilhar vivências. Essas interações podem proporcionar um espaço seguro para expressar preocupações, receber orientações e encontrar apoio mútuo.


Portanto, seja no ambiente escolar ou de trabalho, é importante informar os professores e colegas sobre o TPAC e as adaptações necessárias para garantir seu pleno desempenho. Isso pode incluir o uso de recursos de apoio, como transcrições de aulas, legendas em vídeos ou preferência por ambientes mais silenciosos durante tarefas que exigem maior concentração. Comunicar suas necessidades e buscar a colaboração de todos ao seu redor pode contribuir significativamente para uma experiência mais inclusiva e produtiva.


Em todo o mundo, de acordo com estatísticas, um número considerável de pessoas é afetado pelo TPAC, apresentando dificuldades em manter a atenção em aulas e palestras, localizar a fonte sonora, compreender a fala em ambientes ruidosos, aprender um novo idioma, cantar, manter a fluência e organização da fala, adequar o tom de voz à intenção comunicativa, compreender piadas ou expressões com duplo sentido, selecionar um estímulo para focar a atenção ou seguir instruções e comandos auditivos complexos. Lembre-se de que o diagnóstico não define quem você é como pessoa. Identifique os sinais, busque tratamento especializado, valorize seus pontos fortes e conquistas ao longo do processo e celebre cada avanço.


Estimule suas habilidades auditivas


As habilidades auditivas são responsáveis por um conjunto de processos que ocorrem no cérebro e que permitem que interpretemos e compreendamos corretamente os estímulos sonoros que ouvimos. As habilidades auditivas do processamento auditivo central incluem: localização do som, discriminação auditiva, reconhecimento de padrões sonoros, memória auditiva, integração auditiva. São as habilidades auditivas que nos permitem:


  • Concentrar em um estímulo sonoro específico, ignorando o ruído de fundo, como em um ambiente de trabalho compartilhado ou em uma sala de aula;

  • Identificar a direção de um som, como quando ouvimos uma buzina ao atravessar a rua;

  • Perceber diferenças entre sons falados em palavras semelhantes, como "tia" e "dia";

  • Compreender uma mensagem mesmo quando ouvimos apenas parte de uma palavra;

  • Entender frases com sentido ambíguo;

  • Seguir uma sequência, organizar e lembrar do que ouvimos;

  • Aprender um novo idioma;

  • Perceber a intenção comunicativa por meio do tom de voz, como quando perguntamos a alguém se está tudo bem em uma ligação telefônica e identificamos pela entonação se está tudo bem ou não.


Saiba mais sobre o papel das habilidades auditivas.


Diagnóstico de TPAC? Conte com o Afinando o Cérebro


Você não está sozinho nessa jornada. Aqui na plataforma Afinando o Cérebro, estamos prontos para ajudar de uma forma divertida. Isso mesmo! O treinamento auditivo, uma das formas de estimulação das habilidades auditivas afetadas pelo TPAC, pode ser realizado por meio de jogos e atividades desafiadoras e, ao mesmo tempo, divertidas.


O treinamento auditivo é uma ótima opção para melhorar as habilidades auditivas e proporcionar uma maior capacidade de discriminação e compreensão da fala, aproveitando a neuroplasticidade do cérebro, ou seja, sua capacidade de se modificar através de estímulos apropriados.


Nesse tipo de treinamento, as habilidades auditivas são estimuladas através de exercícios que também envolvem atenção e memória, como discriminar sons com diferentes frequências e intensidades, prestar atenção na fala de uma pessoa enquanto ouve uma história em outra orelha, ou memorizar sequências de sons. Esses exercícios têm o potencial de modificar as estruturas cerebrais, fortalecendo as redes neurais responsáveis pelo processamento auditivo, resultando em uma audição mais eficiente e, claro, melhorando a compreensão da fala.


No Afinando o Cérebro, você encontrará mais de 180 atividades desenvolvidas por especialistas, comprovadas cientificamente e capazes de aprimorar as habilidades auditivas afetadas pelo TPAC em crianças, adultos e idosos. Se você ainda não conhece o Afinando o Cérebro, clique aqui, faça um cadastro gratuito e descubra uma maneira diferente de estimular as habilidades auditivas.


Conhece alguém com TPAC? Compartilhe com essa pessoa também!


2.548 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page